VOCÊ SERIA SEU CLIENTE?

VOCÊ SERIA SEU CLIENTE?

VOCÊ SERIA SEU CLIENTE?

Vencedores,
Já pararam pra pensar que todos nós somos clientes, nascemos clientes e morremos sendo clientes. São inúmeras a histórias de desrespeitos e mal tratos sofrido por clientes, portanto, comecei esse artigo com o seguinte questionamento: “Você seria seu cliente?”

Sabemos muito bem o que buscamos em um atendimento de qualidade, queremos respeito, atenção, interesse, eficiência, cortesia e inúmeras outras qualidades mas quando mudamos de lado parece que esquecemos de tudo isso, nosso nível de exigência muda no exato momento que nos tornamos empresa.
Será que somos bipolares?

A principal reclamação das empresas é a falta de clientes, em contrapartida o principal motivos pelo qual as pessoas deixam de comprar em uma determinada empresa é devido ao mal atendimento recebido, atendimento de qualidade, é gênero de primeira necessidade para empresas que desejam se manter no mercado. Temos clientes cada vez mais exigentes, informados e com alto poder de compra, a concorrência deixou de ser local a passou a ser global, a tecnologia quebrou as barreiras do mundo e não existe mais distância, podemos comprar de qualquer parte do país e até do mundo.
O que precisamos entender é que não vendemos simplesmente produtos ou serviços, sabemos que o cliente compra a bicicleta pensando em seu momento de lazer, compra o travesseiro desejando uma boa noite de sono, na verdade vendemos expectativas, pra toda compra realizada existe um desejo implícito que de maneira alguma deve ser frustrado. Muito se fala sobre fidelizar e encantar clientes mas isso só ocorre quando superamos a expectativa do cliente com o atendimento ofertado.
Mas como atender bem nossos clientes?
Precisamos conhecer nossos clientes, entender suas necessidades, aprender a perceber o cliente, as organizações precisam ser orientadas para o cliente pois ele é o principal objetivo, sem cliente não existe empresa, a cultura do bom atendimento precisa ser implantada em todos os níveis da empresa e não somente nos profissionais de linha de frente. Na verdade não existe uma receita para um atendimento de sucesso, pois um atendimento engessado também não causa uma boa impressão, na dúvida de como atender bem, vale aquela velha regra que devemos levar para a vida, “trate as pessoas da maneira que gostaria de ser tratado”.
Fica aqui o meu questionamento: Você está encantando ou frustrando seus clientes?
Vamos juntos?

Deixe um comentário

Salvar meus dados neste navegador para a próxima vez que eu comentar.

Seja bem-vindo ao MAP 19

Esse é o seu primeiro passo para uma jornada de sucesso!